• Amman Consultoria

As 9 tendências de bem-estar para 2021

Estudo divulgado pelo Global Wellness Institute apresenta reflexões para os caminhos do bem-estar e traz previsões globais para o setor nos próximos anos.


Salk Institute (Califórnia): arquitetura e design convergem com a espiritualidade
Salk Institute (Califórnia): arquitetura e design convergem com a espiritualidade

Prever tendências após um ano como o de 2020, com uma pandemia global, colapso econômico e uma crise de bem-estar mental, parece tarefa impossível. Porém, para o mercado de bem-estar, 2020 foi um divisor de águas para o setor: o bem-estar tornou-se fator imprescindível para a vida humana.


O relatório apresentado pelo Global Wellness Institute, reflete como o bem-estar está prestes a ocupar um lugar melhor na saúde. Além disso, prevê como o desenvolvimento futuro da indústria do bem-estar será mais inclusivo, acessível e econômico, além de ter mais embasamento científico. E ainda, apresenta como o bem-estar continuará a reescrever diversas indústrias, do setor de turismo à arquitetura e design, passando pela indústria da comunicação.


As nove tendências de bem-estar apresentadas durante a última coletiva de imprensa virtual do GWI são baseadas nos pontos de vista de altos executivos de empresas de bem-estar, economistas, médicos, investidores, acadêmicos e tecnólogos de diversas nacionalidades, que se reuniram para debater para os caminhos do bem-estar e trazer previsões globais para o setor nos próximos anos.


São elas:


1. Equilíbrio é o futuro da saúde imunológica

2. Momentos espirituais e transcendentais na Arquitetura

3. Renascimento do autocuidado: onde bem-estar e saúde se encontram

4. Respire!

5. A indústria do entretenimento adere ao bem-estar

6. Redefinindo o verbo “viajar”

7. O bem-estar financeiro ganha voz

8. Adicionando cor ao bem-estar

9. Reiniciando eventos com bem-estar


Neste artigo, contamos em detalhes cinco tendências apresentadas para o setor de bem-estar para 2021. Apresentaremos as demais em breve, na próxima postagem. Fique ligado para conhecer todas elas!



1. Equilíbrio é o futuro da saúde imunológica


A saúde imunológica foi um dos temas mais comentados no último ano, e certamente se manterá nos “destaques” após a vacinação contra o COVID-19. Em 2020, as pessoas foram bombardeadas com suplementos, alimentos e terapias para “aumentar o sistema imunológico”, e, comprovadamente, não é possível “aumentá-lo”, mas “equilibrá-lo” sim.


Novas pesquisas e ensinamentos pós o COVID estão mostrando um novo caminho. E, por isso, a tendência é que novas abordagens e evidências para a saúde imunológica sejam discutidas. Alguns exemplos são a saúde metabólica, a nutrição personalizada, e o microbioma (soma de todos os micro-organismos que residem nos tecidos e fluidos humanos, composto principalmente de bactérias).


Programas de imunidade em destinos de viagem certamente serão mais profundos, com médicos e intervenções, indo além de “menus de reforço imunológico”. Mais pessoas estão cientes que a saúde imunológica é uma questão holística, com estratégias mais lentas, um caminho oposto aos “super produtos” ou suplementos que prometem efeito imediato.


 GWS: Saúde Imunológica também é uma questão holística
GWS: Saúde Imunológica também é uma questão holística

2. Momentos espirituais e transcendentais na Arquitetura


Nos últimos anos, uma infinidade de estudos apresentou a poderosa conexão entre projetos arquitetônicos e a nossa saúde física. E, por isso, um novo setor chamado “arquitetura de bem-estar” decolou, focado principalmente no design funcional, seja na iluminação circadiana (focada no relógio biológico humano) ou na purificação do ar.


A novidade não declarada é que a Arquitetura pode ainda explorar e nutrir nossa personalidade. Em 2021, a tendência é uma atenção maior aos espaços cotidianos, que poderão conectar-se com a espiritualidade, elevando nossa consciência e enfraquecendo uma sociedade consumista e irracional.


Arquitetura e design moverão a “pirâmide de Maslow”, da era do “olhar para si”, com ostentação e luxo, para uma nova arquitetura alcançando um nível de “autorrealização” – em um ambiente construído que pode movimentar nosso olhar de alma. O bem-estar espiritual é uma parte imprescindível para uma vida saudável, e merece uma atenção maior quando nos referimos ao espaço de nossas casas, locais de trabalho, comunidades e paisagens urbanas.


Salk Institute (Califórnia): Os dois blocos de laboratório emolduram uma visão ampla   do Oceano Pacífico, acentuada por uma fina fonte linear que parece alcançar o horizonte.
Salk Institute (Califórnia): Os dois blocos de laboratório emolduram uma visão ampla do Oceano Pacífico, acentuada por uma fina fonte linear que parece alcançar o horizonte.

3. O renascimento do autocuidado: onde bem-estar e saúde se reúnem


Mais uma tendência que se fortaleceu em 2020, com potencial de perdurar nos próximos anos é a união de duas associações complementares - saúde e bem-estar - que muitas vezes concorreram entre si. Enquanto o bem-estar começa a se “inclinar” para a ciência, a saúde pega emprestado o “manual do bem-estar”, transformando uma indústria antes estritamente cética e curativa em uma prática mais holística, voltada para o estilo de vida e até mesmo prazerosa.


Nesta onda, enxergamos hospitais se inspirando em resorts cinco estrelas, estúdios de ioga investindo na análise das sequências de DNA (telômeros) e ainda prescrições médicas acompanhadas de guias “super personalizados”, para se obter a saúde ideal.


Ao olharmos para um futuro em que a saúde e o bem-estar convergem, um excelente exemplo é o Octave’s Sangha Retreat, localizado em Suzhou, China. O retiro apresenta o que acreditamos ser o próximo “hit” em saúde e bem-estar. Trata-se de uma espécie de abordagem yin yang, em que duas forças, aparentemente opostas, finalmente descobrem que podem - e devem - trabalhar juntas. Como diz Dr. Kenneth R. Pelletier, “a medicina está percebendo que suas raízes vêm das tradições do bem-estar, e a comunidade do bem-estar está reconhecendo que nem todos os médicos são ruins”.


O design clean e elegante do Shanga Retreat (China)
O design clean e elegante do Shanga Retreat (China)

4. Respire!


Um número crescente de estudos clínicos de grandes universidades, como: Harvard, Stanford e Johns Hopkins, nos Estados Unidos, está colocando ciência e dados por trás de algo que já conhecemos há séculos - a maneira como respiramos tem efeitos profundos em nossa saúde, sistema imunológico e habilidades físicas e mentais.

Praticantes estão levando a respiração para públicos cada vez maiores, e combinando-os em territórios fascinantes, como reabilitação, preparação física, alívio de estresse crônico, traumas e até PTSD (Transtorno de Estresse Pós-Traumático). E a melhor parte é que este “remédio” não é uma droga e não custa absolutamente nada.


Powder Mountain Summit (Photo: Daniel Fox)
Powder Mountain Summit (Photo: Daniel Fox)

5. A indústria do entretenimento adere ao bem-estar


O bem-estar adquire mais espaço na programação da “grande mídia”, tornando-se significativo no movimento cultural atual. Atualmente, a TV aberta já está oferecendo “pitadas” de bem-estar em sua programação diária. Empresas de bem-estar também estão oferecendo a experiência na TV: aplicativos como Calm e Headspace, estão traduzindo suas experiências meditativas para a televisão imersiva. Além disso, as Smart TVs estão criando canais de bem-estar, como a Samsung Health, oferecendo mais de 5 mil aulas de ginástica e meditação gratuitas das marcas do momento.


No mundo musical, que sempre foi consumido em torno do artista, música e gênero, segue um novo caminho: a música serve como terapia. Aplicativos de meditação estão se tornando grandes “gravadoras” de músicas para o bem-estar, e mais aplicativos estão sendo lançados, especificamente focados neste mercado. E não é de se surpreender que celebridades estejam se voltando ao bem-estar, não só como porta-vozes, como também como fundadores de empresas, executivos e grandes investidores.


“Headspace | Guia para Meditação”: do aplicativo para a TV.   Série lançada pela Netflix traduz experiências meditativas para a televisão imersiva.
“Headspace | Guia para Meditação”: do aplicativo para a TV.

Série lançada pela Netflix traduz experiências meditativas para a televisão imersiva.


Embora o bem-estar esteja “em alta”, a Amman Consultoria de Spas entende a necessidade e importância de profissionalizar este setor no Brasil. Divulgações como esta são como um importante passo para difundirmos novidades no mercado, além de gerar conversas saudáveis, para que o setor continue inovando e trabalhando em benefício do bem-estar.


“Acreditamos que, quanto mais informações e aprendizado internacional aproveitarmos e propagarmos no mercado brasileiro, mais profissionalizaremos o setor, dando espaço para criação de novos caminhos para o bem-estar, para projetos inovadores e ainda para soluções eficientes e úteis em benefício da sociedade. Aqui, não estamos falando só de um projeto de spa, mas também de tendências que movem as pessoas, trabalhando de forma integrada com a saúde e a qualidade de vida do indivíduo”, comenta Talita Silvério, fundadora e sócio-diretora da Amman.


Mais do que nunca, entendemos que a importância do bem-estar para a humanidade. E o nosso papel é tratá-lo com o devido destaque.


Global Wellness Institute é uma organização sem fins lucrativos, considerada a líder global em pesquisa e recursos educacionais para a indústria global de bem-estar, e conhecida por apresentar as principais iniciativas e eventos regionais que reúnem líderes para traçar o futuro. A GWI impacta positivamente a saúde global e o bem-estar ao educar instituições públicas, empresas e indivíduos sobre como podem trabalhar para prevenir doenças, reduzir o estresse e melhorar a qualidade de vida geral. Sua missão é capacitar o bem-estar em todo o mundo.


The future of wellness 2021 Global Welllness

419 visualizações0 comentário