• Amman Consultoria

Confira mais quatro, das “9 Tendências de Bem-Estar para 2021” (Parte 2)

Estudo divulgado pelo Global Wellness Institute reforça a importância do bem-estar para a vida humana, e traz as previsões globais do setor nos próximos anos


No último artigo divulgado pela Amman, apresentamos cinco tendências do setor de bem-estar para 2021, segundo o Global Wellness Institute (GWI), uma organização sem fins lucrativos, considerada a líder global em pesquisa e recursos educacionais para a indústria dos bem-estar.


Conheça agora, com detalhes, mais quatro delas, totalizando “9 Tendências de Bem-Estar para 2021” divulgadas na última coletiva de imprensa virtual do GWI. O estudo foi baseado no ponto de vista de altos executivos de empresas de bem-estar, economistas, médicos, investidores, acadêmicos e tecnólogos de diversas nacionalidades, que se reuniram para debater para os caminhos do bem-estar e trazer previsões globais para o setor nos próximos anos.


São elas:


6. Redefinindo o verbo “viajar”

7. O bem-estar financeiro ganha voz

8. Adicionando cor ao bem-estar

9. Reiniciando eventos com bem-estar


Para conhecer mais sobre as outras cinco outras tendências apresentadas pelo GWI, clique aqui e acesse o artigo desenvolvido pela Amman.


6. Redefinindo o verbo “viajar”


A pandemia do coronavírus freou grande parte das viagens previstas em 2020. E tal pausa despertou em todos nós, como consumidores, viajantes ou fornecedores, a oportunidade de repensar as viagens, o turismo, e como investimos nosso dinheiro de forma consciente: seja apoiando cultura local, suportando regiões ou até trabalhando a favor de sua preservação.


Segundo o estudo publicado pelo GWI, 2021 pode ser o ano em que todas as viagens se transformem em viagens de bem-estar. Partindo do ápice do número de viagens em 2019, nono ano de crescimento recorde, ultrapassando a expansão econômica global, entendemos que 2021 será o ano do recomeço, de forma tímida e com mais atenção.


Com a implementação das vacinas, este número pode crescer, gerando mais otimismo para o setor. E a tendência reforça que a maneira de viajar pode ser redefinida, incluindo viagens de reabilitação física e emocional, desafiando o turismo de excessos e tornando as viagens em contato com a natureza um ponto alto, colocando sempre propósito nas decisões dos destinos, do tipo de viagem e de sua duração.


GWS: Em 2021 o estilo de viajar é redefinido e a relação com a natureza ganha espaço
GWS: Em 2021 o estilo de viajar é redefinido e a relação com a natureza ganha espaço

7. O bem-estar financeiro ganha voz


Em 2021, uma cultura que anseia por autenticidade está quebrando o tabu da relação com o dinheiro, transformando as finanças pessoais de uma indústria silenciosa e padrão, para outra mais humana, empática, e ousamos dizer, divertida.


Esta abertura do mercado está sendo impulsionada principalmente pelo despertar para a saúde mental. E como a pesquisa liga diretamente estresse financeiro à ansiedade, depressão, pressão alta, problemas respiratórios, entre outros problemas físicos e emocionais, está na hora de colocar o assunto “dinheiro” em voga.


O movimento crescente do chamado “bem-estar financeiro” está levando a conversa sobre dinheiro muito além dos bancos. Os terapeutas financeiros estão lidando com a interseção entre dinheiro e saúde mental, e as milhares de visualizações de conteúdo referentes a finanças pessoais provam que os “influenciadores financeiros” têm voz.


Em 2021 e além, começaremos a ver o fim dos sistemas financeiros projetados para lucrar em cima dos fracassos e o início do despertar do bem-estar financeiro. O dinheiro fala mais alto, mas é hora de começarmos a usar uma linguagem que todos entendam.


8. Adicionando cor ao bem-estar


Embora a diversidade seja um tópico atual e popular na indústria do bem-estar, para gerar mudanças substanciais, acreditamos que a indústria do bem-estar deve reconhecer e abordar a falsa narrativa de que o bem-estar é para pessoas ricas e brancas. Medidas de como a indústria pode adicionar cor ao bem-estar, valorizando consumidores negros e também profissionais do bem-estar devem ser discutidas, além de ser necessário analisar as diferentes maneiras de como os espaços de bem-estar são realmente vivenciados além das ofertas do setor, destacando as desigualdades raciais.


O relatório completo desenvolvido pelo GWI ressalta ainda insights sobre o futuro, e demonstra que as empresas que valorizam o bem-estar de todos os grupos raciais e níveis de renda prosperarão, à medida que expandem seus mercados de consumo e aumentam a inovação e a lucratividade dos negócios. Empresas de bem-estar que valorizam a diversidade, respeitam as necessidades de bem-estar e trabalham para apoiar um acesso mais igualitário representam o futuro do bem-estar.


Bem-Estar para todos
Bem-Estar para todos

9. Reiniciando eventos com bem-estar


Em meados de março de 2020, a pandemia interrompeu abruptamente os eventos presenciais. E não importa o poder da tecnologia e a facilidade que temos com o Zoom e com a conectividade via Wi-fi, o mundo pede por interações pessoais.


Apesar do surgimento dos “eventos híbridos” (uma mistura de encontros presenciais e virtuais) e uma possível solução para o momento, esta tendência tem o intuito de reforçar tópicos mais importantes, como saúde, segurança e imunidade, com o uso de novos protocolos e tecnologias que reduzem os riscos em momentos de interação presenciais. Em 2021 e além, a criatividade está impulsionando a conexão, e a maneira que nos reunimos tem recebido novos e mais saudáveis significados.


GWS: Produto para eventos que higienizam espaços internos, protegem as pessoas e criam ambientes internos mais saudáveis
GWS: Produto para eventos que higienizam espaços internos, protegem as pessoas e criam ambientes internos mais saudáveis

Com a análise das nove tendências de bem-estar apresentadas pelo GWI, a Amman Consultoria de Spas entende que, apesar de momentos de incerteza, precisamos ser otimistas com relação ao futuro do bem-estar.


“Já entendemos que o bem-estar ocupa um lugar importante em nossas vidas, e o equilíbrio físico e emocional é uma necessidade global. Nosso desafio agora é sermos resilientes o suficiente para inovar, e continuar trabalhando em benefício de um mercado ainda novo no Brasil”, comenta Talita Silvério, fundadora e sócio-diretora da Amman.


Com o desenvolvimento deste estudo pelo GWI e o endosso de tendências de bem-estar com alcance mundial, a Amman entende que está no caminho certo.


“Desenvolvemos projetos de bem-estar e, a cada novo trabalho entregue, criamos uma nova mentalidade, tanto para nosso cliente quanto para os clientes dele, que frequentarão aquele espaço. É uma corrente do bem-estar, a favor da saúde e da qualidade de vida de todos os indivíduos. Assim como nossa razão de existir”, finaliza.


Global Wellness Institute é uma organização sem fins lucrativos, considerada a líder global em pesquisa e recursos educacionais para a indústria global de bem-estar, e conhecida por apresentar as principais iniciativas e eventos regionais que reúnem líderes para traçar o futuro. A GWI impacta positivamente a saúde global e o bem-estar ao educar instituições públicas, empresas e indivíduos sobre como podem trabalhar para prevenir doenças, reduzir o estresse e melhorar a qualidade de vida geral. Sua missão é capacitar o bem-estar em todo o mundo.

52 visualizações0 comentário