• Amman Consultoria

Gestão e indicadores de performance para seu spa

Para o mercado de spa e bem-estar prosperar, é essencial que exista gestão, monitoramento e avaliação de desempenho de um negócio. São justamente os indicadores de performance que favorecem as melhores práticas e consequentemente o tão desejado diferencial competitivo.


Amman Consultoria de Spas: nove pilares de desenvolvimento, elaborados estrategicamente para entregar um projeto de bem-estar completo.
Amman Consultoria de Spas: nove pilares de desenvolvimento de projeto de Spa.

Os segredos de um spa de sucesso, revelados em nosso último artigo, certamente geraram oportunidade para outros questionamentos relacionados a gestão de um projeto de bem-estar.


A intenção da Amman Consultoria de Spas neste novo artigo é revelar a importância da gestão de um spa com indicadores operacionais, e ainda oferecer algumas técnicas para o melhor controle financeiro e operacional de seu projeto de bem-estar.


O spa como diferencial competitivo


A Amman, como especialista em projetos de bem-estar, garante que um spa pode se tornar um diferencial competitivo para um hotel, contribuindo com o aumento da receita e aumento de seu ticket médio, ou um negócio lucrativo para o empreendedor, que pode constantemente estar investindo na qualidade e excelência de seu serviço. Mas, para que se torne próspero, é essencial que exista gestão, monitoramento e avaliação de desempenho de suas atividades.


Apesar do mercado de spa e bem-estar se mostrar como um setor em constante crescimento, ainda são escassos os estudo e ferramentas que permitam avaliar sua rentabilidade e aproveitar de seus serviços. Por isso, a Amman, como atuante e contribuinte com a profissionalização do mercado de bem-estar brasileiro, sugere o uso de algumas ferramentas que permitam avaliar o desempenho do spa, para que assim dados sejam melhor organizados e trabalhados e, consequentemente, o setor esteja mais preparado para mostrar seu potencial e representatividade dentro da indústria.


A importância da gestão


O mercado de spa e bem-estar pode ser um considerado setor característico, já que seus serviços são, de certa forma, particulares. A começar pela sua constante instabilidade, onde, se o serviço não for efetuado, não há possiblidade de recuperar esta receita, e a hora de tratamento será perdida. Ou ainda pela sua volatilidade e necessidade de mais colaboradores, quando há aumento da demanda (necessidade de terapeutas extras).


Pensando nisso, é imprescindível que seu corpo diretivo saiba controlar e avaliar o desenvolvimento de suas atividades, direcionando seus funcionários no atingimento de objetivos financeiro ou não-financeiros. São os chamados mecanismos de controle que permitirão, a curto prazo, definir formas de avaliar o desempenho da organização, comparando resultados atuais aos dados orçados, permitindo um conhecimento do desempenho de sua atividade, dos possíveis problemas e quais medidas a serem tomadas.


Com a organização dos dados, é possível elaborar uma análise mais detalhada e a formulação de uma estratégia direcionada para seus objetivos, assim como sua implementação. Por isso, a uniformização de relatórios é imprescindível para comparação de resultados, análises históricos e avaliação da concorrência, facilitando assim uma tomada de decisão mais eficiente.


Alguns destaques importantes para acompanhamento de um spa como negócio são:

  • Relatórios diários operacionais: favorecem uma visão atual do negócio, sendo essencial para sua gestão;

  • Gastos com funcionários: representam uma grande parte dos custos do spa, sendo necessário um tratamento especial;

  • Gestão do inventário (mercadorias, profissionais e itens operacionais): necessidade de cuidados contábeis e controle minucioso, já que tem grande impacto nos resultados a longo prazo.


Sistema de Relatórios Financeiros para Spas


Pensando na complexidade das informações contábeis do mercado hoteleiro, foi necessário desenvolver um sistema que organizasse os dados de forma clara e eficaz, classificando e organizando informações financeiras que fossem possíveis de análise.


O chamado Uniform System of Accounts for the Lodging Industry (USALI), foi desenvolvido em 1926 nos Estados Unidos. O sistema organiza os departamentos como centros de responsabilidade e favorecem a tomada de decisão, já que cada área é responsável pelo alcance de seus objetivos, rendimentos e custos. No caso do spa, o USALI considera-o como centro de resultados, pois detém rendimentos e custos, além de desenvolver suas próprias atividades, assim como indicadores próprios.


No caso de spas independentes, ou seja, fora da rede hoteleira, é sugerido o Uniform System of Financial Reporting for Spas (USFRS), sistema desenvolvido pela International SPA Association Foundation (ISPA), que padroniza um sistema de relato financeiro, responde às necessidades dos operacionais e diretores de spas, assim como permite a comparação do desempenho financeiro entre spas, realizando uma análise precisa da indústria por especialistas.


Estas demonstrações têm um papel importante para a avaliação do spa como um todo, especialmente para pessoas externas, interessada em avaliar o negócio. Ainda assim, é necessário avaliar a empresa particular e regularmente. O sistema disponibiliza o Summary Statement of Income (Resumo de Demonstração Operacional), que oferece diversas informações referentes a gastos e rendimentos dos spas.


Dando continuidade à avaliação de desempenho de um spa, sempre em busca da excelência em seus serviços, no próximo post nos aprofundaremos nos indicadores de desempenho de spa, os chamados KPIs (Key Performance Indicators).

54 visualizações0 comentário