• Amman Consultoria

Mercado de bem-estar crescerá nos próximos anos

Estudo realizado pelo Global Wellness Institute (GWI) mostra que a economia global do bem-estar registrou retração na pandemia, mas a previsão é de crescimento exponencial até 2025, quando deverá atingir US$ 7 trilhões.

Wellness Economy

A pandemia impactou diversos setores da economia em todo o mundo e com o mercado de bem-estar de forma geral não foi diferente. O Global Wellness Institute (GWI), organização de pesquisa líder para a indústria do bem-estar, divulgou recentemente o relatório The Global Wellness Economy: Looking Beyond Covid”, que fornece novos dados globais sobre este mercado e analisa cada um de seus 11 setores, abordando os impactos positivos e negativos da pandemia em cada um deles, além de apontar previsões para o futuro do segmento.


Neste estudo, o GWI revela que o mercado de bem-estar registrou crescimento recorde em 2019, com US$ 4,9 trilhões movimentados, e que caiu 11% em 2020, para US$ 4,4 trilhões. No entanto, a pandemia provocou uma grande mudança nos valores para consumidores, governos e para a medicina – onde a prevenção e o bem-estar passaram a assumir uma importância muito maior – e, segundo a organização, o futuro deste mercado é incrivelmente brilhante, com previsão de crescimento de 10% ao ano até 2025, quando atingirá US$ 7 trilhões.


Para Ophelia Yeung, pesquisadora sênior da GWI, esta pesquisa é crucial porque 2020 foi um ano que dividiu para sempre a história e a trajetória econômica do mercado de bem-estar em ‘antes’ e ‘depois’ do COVID-19. “Quando analisamos o desempenho de diferentes mercados de bem-estar, é natural querer compará-los e rotular vencedores e perdedores. Mas não há dúvida de que o bem-estar – como conceito, como prioridade de estilo de vida e valor do consumidor – é um grande vencedor da pandemia”, afirmou.


Segundo dados do GWI, entre 2017 e 2019, na pré-pandemia, a economia do bem-estar cresceu 6,6% ao ano, uma taxa significativamente maior do que o crescimento econômico global (4%). Já em 2020, primeiro ano de pandemia, a economia do bem-estar retraiu 11%, quase quatro vezes mais do que as quedas do PIB global (-2,8%). Os setores que exigiam presença física e/ou imersão total para a experiência real, incluindo atividade física, turismo de bem-estar, spas e banhos termais/minerais, tiveram os maiores declínios, enquanto as categorias de alimentação/nutrição/perda de peso saudável, imóveis de bem-estar, bem-estar mental e saúde pública/prevenção/medicina personalizada mostraram um forte crescimento.


No âmbito regional, a Ásia-Pacífico foi um dos mercados de bem-estar de mais rápido crescimento de 2017 a 2019 (8,1%) e também o que menos encolheu em 2020 (-6,4%). Por outro lado, a América do Norte foi a região que mais cresceu no período pré-Covid (8,4%), porém foi uma das regiões mais afetadas pela pandemia (-13,4%). A Ásia-Pacífico teve o maior mercado de bem-estar em 2020 (US$ 1,5 trilhão), seguido pela América do Norte (US$ 1,3 trilhão) e Europa (US$ 1,1 trilhão).


Nós da Amman Consultoria de Spas acompanhamos todo o setor, estamos sempre atentos aos cenários e tendências e acreditamos nas previsões otimistas do GWI para o mercado de bem-estar. A organização estima que o setor deverá crescer 60% de 2020 até 2025, com a maioria dos segmentos projetados para exceder o crescimento do PIB ao longo desses anos. Os mercados com as maiores projeções de crescimento, que incluem o turismo de bem-estar e spas, são os que sofreram os maiores impactos em 2020.


Esse movimento de ascensão já é percebido nos projetos da Amman, que tiveram um aumento de 40% em 2021 na comparação com 2019.

___________________________________________________________________


O Global Wellness Institute (GWI) é uma organização sem fins lucrativos, considerada a líder global em pesquisa e recursos educacionais para a indústria de bem-estar. É conhecida por apresentar as principais iniciativas e eventos regionais que reúnem líderes para traçar o futuro do mercado. O GWI impacta positivamente a saúde global ao educar instituições públicas, empresas e indivíduos sobre como podem trabalhar para prevenir doenças, reduzir o estresse e melhorar a qualidade de vida geral. Sua missão é capacitar o bem-estar em todo o mundo.




16 visualizações0 comentário