• Amman Consultoria

O poder da respiração: como ela pode ser uma aliada da saúde física e mental

Prestar atenção na respiração e desenvolver um controle maior sobre os pulmões pode trazer diversos benefícios como aumento da concentração, alívio da dor e estresse, maior sensação de bem-estar, melhora do sono, entre outros



Um dos atos mais importante da vida, a respiração é a primeira ação que o corpo realiza ao nascer, e ela continua acontecendo até o fim da jornada. O organismo humano realiza movimentos que dependem da vontade, aqueles que são comandados pelo cérebro, e movimentos automáticos, realizados de forma espontânea, e que asseguram, independentemente da vontade, a execução de certas funções vitais à vida. Assim como o coração que bate, sem receber ordem para tal, o movimento respiratório é independente e certo, podendo apenas ser parcialmente controlado no seu ritmo. No entanto, por ser um movimento automático, na maior parte do dia a respiração é esquecida, ou seja, não respiramos conscientemente.


Além de não prestarmos atenção na respiração, a tendência, na maioria das pessoas, é de respirar de forma “curta”, sem usar devidamente toda a capacidade dos pulmões. Pesquisas científicas recentes mostram que a respiração rápida, superficial e sem foco pode contribuir para uma série de problemas, incluindo ansiedade, depressão e pressão alta. Mas, por outro lado, desenvolver um controle maior sobre os pulmões pode trazer muitos benefícios para saúde física e mental.


Por isso que respirar é muito mais do que um ato fisiológico, mas também psicológico e energético!


Estudos clínicos realizados em universidades nos Estados Unidos comprovam que a maneira como respiramos tem efeitos profundos em um dos mais importantes sistemas do nosso corpo: o imunológico. Cuidar desse, ainda mais nesses tempos de pandemia, é necessário. Existem muitas formas de fortalecer a imunidade, uma delas é prestar atenção na forma como respiramos. E a maneira mais adequada é pelo nariz, de forma lenta e profunda. De fato, isso nem sempre será possível. Contudo, é interessante criar o hábito da prática. A respiração correta, além de reduzir ansiedade e estresse, estimula as células de defesa do sistema imune e contribui para a longevidade.


Mas os benefícios da respiração não param por aí, podendo ser ainda uma grande aliada para o aumento da atenção e concentração, aumento da função pulmonar, capacidade de autoregulação do organismo, alívio da dor, sensação de bem-estar, melhora da qualidade do sono e maior consciência corporal e emocional.


A importância da respiração é, inclusive, uma das 9 tendências de bem-estar para 2021, segundo um estudo recente divulgado pelo Global Wellness Institute. Ela pode proporcionar estabilização do Sistema Nervoso Autônomo (SNA), ajudar processo de autoconhecimento, autocontrole e inteligência emocional.


Para a Amman Consultoria de Spas, perceber intimamente o simples ato de respirar já é uma ferramenta poderosa para despertar o autocuidado, o olhar interno e trabalhar atenção e foco.


A Amman integra exercícios de respiração em seus protocolos e treinamentos com o intuito de despertar o autocuidado tanto para o terapeuta, que pode usar dessas ferramentas antes de realizar uma sessão, trabalhando a atenção, o foco e o olhar intuitivo para o atendimento que será realizado, quanto para o cliente, com o objetivo de ajudá-lo a se concentrar na respiração, diminuir sua ansiedade e aumentar sua consciência corporal e relaxamento.



Abaixo, selecionamos dois exercidos de respiração para você experimentar seus benefícios na prática: a consciente e a diafragmática.


Respiração consciente


Respirar é um ato natural e automático, mas quando adicionamos consciência a esse processo, inspirando e exalando com foco e presença, é possível experenciar uma sensação de relaxamento, tranquilizar a mente em momentos de estresse e ansiedade e desenvolver concentração e foco. Além disso, essa prática também pode causar diminuição da pressão arterial, melhorar a qualidade do sono e ser uma condutora para um processo de meditação. O exercício de respiração consciente pode ser incluído em qualquer momento do dia.

Como fazer:


Escolha um lugar onde você não será interrompido. Procure inspirar e exalar pelas narinas, lenta e profundamente, e perceber o movimento natural que a respiração provoca no corpo. Se permita também perceber a temperatura do ar, os aromas do ambiente, usando todas essas ferramentas para se manter presente e consciente da respiração. Pratique por 5 minutos ou mais.


Respiração diafragmática


Enquanto a respiração consciente envolve a observação passiva do ato de respirar, a respiração diafragmática vai exigir que você mude ativamente a maneira como respira. O diafragma é um músculo que funciona como uma membrana. Na inspiração ele desce, arrastando consigo a base dos pulmões. Na expiração ele faz o caminho de volta, reerguendo-se e retornando à sua posição primitiva. A maioria das pessoas perdem esse movimento do diafragma ao longo da vida, respirando apenas com a parte superior dos pulmões. Praticar a respiração diafragmática traz benefícios como alívio do estresse e ansiedade, diminuição do cansaço, tranquilidade em crises emocionais, melhora insônia, contribui para o repouso e para a irrigação sanguínea do corpo.


Como fazer:

Deite-se de barriga para cima em uma superfície firme. Mantenha a sola dos pés apoiada nessa superfície, joelhos dobrados e apoiados um no outro. Descanse as suas mãos sobre o abdome. Pelas narinas, solte todo o ar dos pulmões e retraia o seu abdome para dentro. A partir daqui, inspire profundamente pelo nariz, expandindo o seu abdome para cima, e depois solte-o lentamente, deixando o ar sair novamente, sempre pelas narinas. O abdome se eleva ao inspirar e se abaixa ao exalar. Neste processo, ele é o único que se movimenta, o peito permanece imóvel.


68 visualizações0 comentário