• Amman Consultoria

O Breu e o Ritual Amman de Purificação

Considerado sagrado pelos povos indígenas, por propriedades terapêuticas e espirituais, o breu é parte integrante de mais uma experiência “sem o toque” desenvolvida pela consultoria de spas.


Ritual Amman de Purificação

A Amman Consultoria de Spas, em busca de alternativas e soluções de bem-estar que priorizem a experiência, sem deixar de lado as medidas de segurança e saúde determinadas pelo novo panorama mundial, integra um novo ritual em seu portfólio de experiências “sem o toque”: o Ritual Amman de Purificação com o uso do breu.


Após a investigação das origens culturais e históricas de seu novo cliente, localizado em Teresina (Piauí), a Amman entendeu que o breu branco, originário de povos indígenas daquela região, se encaixaria perfeitamente ao propósito deste novo projeto: integrar corpo e alma, em um refúgio que conecta os cinco sentidos com a sabedoria ancestral, com a terra e suas origens. Mais uma iniciativa que reforça os valores da consultoria de spas: entregar mais do que a concepção arquitetônica, oferecer também certa conexão com o entorno, transformando o momento e a experiência.


O breu e sua importância na origem brasileira

Carinhosamente chamado de “breuzinho”, o breu é uma resina extraída da Almécega, uma árvore de grande porte da Floresta Amazônica, que pode chegar até os 20 metros de altura. Sua extração é feita por ranhuras ou cortes no tronco, que libera uma seiva branca e brilhante e, em contato com o ar, se transforma em uma resina branca muito parecida com uma pedra: o breu. Ao ser quebrado e aquecido, o breu libera uma fragrância doce e cítrica muito agradável.



A maioria das comunidades da Amazônia utiliza o breu no conserto de barcos e canoas (cozido em óleo se transforma em uma espécie de “cola”); como tratamento anti-inflamatório, analgésico e cicatrizante; como repelente para mosquitos hematófagos (que se alimentam de sangue); e também em cerimônias e rituais de purificação espiritual e benzimento. Considerado sagrado pelos índios e ribeirinhos, acredita-se que a fumaça de sua queima desempenha profunda limpeza energética, afastando os maus espíritos, curando problemas físicos e promovendo o equilíbrio mental, trazendo boas energias ao ambiente.

Registros de arquivos históricos da FioCruz (Universidade Federal do Rio de Janeiro) identificam ainda que Padre José de Achieta, ao celebrar sua primeira missa em território brasileiro, utilizou o breu em seu ritual e o chamou de “mirra brasileira”, consagrando-o como o “aroma esotérico brasileiro”. Por isso, muitos afirmam que o breu representa para o Brasil o mesmo que o sândalo representa para a Índia.

E por sua fragrância agradável, composta de notas aromáticas e herbais, com fundo de madeira e especiarias, o breu branco também se tornou um componente de características únicas no universo da perfumaria. A indústria cosmética já o utiliza como matéria-prima na produção de perfumes, produtos de higiene pessoal e óleos aromáticos.


O Ritual de Purificação Amman

O intenso estudo e entendimento da origem, utilização e importância ancestral do breu branco e sua relação com os povos indígenas do Piauí foi crucial para decisão da Amman ao desenvolver seu Ritual de Purificação, experiência que será associada ao seu novo projeto de bem-estar da região.

Agindo como fonte de purificação e limpeza, a ideia é integrar a queima do breu branco em carvão à vivência do spa, promovendo harmonização e limpeza energética. A Amman acredita que experiências de bem-estar vão além da sala de massagem e, por isso, sua novidade fará parte do ritual de pré-massagem, uma opção à prática do escalda-pés, já bastante promovida nas terapias do mercado.


O Ritual Amman de Purificação se trata de uma experiência relaxante, com integração da utilização do breu para promover uma elevação da consciência e harmonização interior. O breu branco também poderá ainda ser explorado em forma de óleo essencial durante os demais tratamentos.

A Amman entende que se relacionar com a cultura e com as origens locais em suas iniciativas também é reverenciar os povos ancestrais, seus rituais, e as origens do povo brasileiro. Acreditamos que, desenvolvendo uma experiência de bem-estar marcante, também estamos despertando a transformação interior de cada indivíduo, proporcionando uma verdadeira jornada sensorial.

227 visualizações0 comentário