• Amman Consultoria

Bem-estar Mental: um novo nicho para o mercado wellness

Estudo divulgado pelo Global Wellness Institute reforça a existência de uma nova categoria de bem-estar, validando uma nova indústria e seus benefícios ao equilíbrio emocional e à qualidade de vida

Que o bem-estar está em alta, já sabemos. O mercado está em movimento. Diversas soluções alternativas tem surgido, dia após dia, mantendo o compromisso com a saúde e com as melhores experiências de bem-estar.


Entendemos também que, após meses de pandemia e isolamento social, muitos estão mais conscientes da importância da qualidade de vida e do bem-estar mental. Stress, solidão, burnout, as conhecidas problemáticas do mundo moderno, se intensificaram com pandemia do COVID-19.


Mais pessoas estão à procura de alternativas, se conscientizando da importância das soluções integrativas, incluindo meditação, suplementos funcionais e até de soluções para dormir melhor, já que estão enfrentando diversos desafios relacionados à saúde mental. E é justamente onde o Global Wellness Institute (GWI) detectou um novo nicho: a Indústria do Bem-Estar Mental.

O estudo “Defining the Mental Wellness Economy” (“Definindo a Economia do Bem-estar Mental”, em tradução livre), divulgado este mês pela entidade, é o primeiro estudo conhecido por definir, analisar e mensurar o bem-estar mental como indústria.


GWI define Mental Wellness (Bem-Estar Mental), como uma fonte interna que nos auxilia a pensar, sentir, se conectar, e operar. Um processo ativo que nos ajuda a construir resiliência, crescer e prosperar.

Dados do presente estudo afirmam que a indústria de bem-estar mental vale cerca de 121 bilhões de dólares, baseado no consumo de quatro mercados, subsegmentos identificados por consumidores e empresas como benéficos ao bem-estar mental:


1. Sentidos, Espaços e Sono (U$ 49.5 bilhões)

O maior setor da indústria do bem-estar mental. Envolve produtos, serviços e design que focam nos sentidos e na conexão mente-corpo, alinhados a premissa que, estímulos mentais têm um grande impacto em nosso humor, níveis de estresse e sono.


Nesta categoria estão incluídos: som (terapia do som, ruído branco, cancelamento de ruídos e música wellness), aromas (aromaterapia, essências, fragrâncias e difusores), toque (brinquedos e dispositivos antiestresse, Weighted blankets – produto não produzido no Brasil), e luz (dispositivos de consumo de luz centrados no homem e terapia de luz - cromoterapia). Além disso, estão incluídas experiências multissensoriais (de tanques de flutuação a banhos na floresta) em viagens de bem-estar, spa, destinos fitness, e entretenimento e design com base sensorial (ou seja, design biofílico e iluminação circadiana).


2. Nutracêuticos e Botânicos Estimulantes (U$ 34.8 bilhões)

Produtos ingeríveis com o objetivo específico de melhorar a saúde mental e o bem-estar, incluindo suplementos naturais, ervas e botânicos, além de alimentos e bebidas funcionais, desenvolvidos para melhorar a saúde cerebral, o sono, a memória e os níveis de energia.


3. Autodesenvolvimento (U$ 33.6 bilhões)

Atividades normalmente associadas à autoajuda e ao desenvolvimento pessoal, incluindo livros, mídias, aplicativos e plataformas online; especialistas, influenciadores e organizações que oferecem aulas, workshops e retiros; produtos e/ou serviços de aprimoramento cognitivo e treinamento cerebral;


4. Meditação e Mindfulness (U$ 2.9 bilhões)

Embora meditação e atenção plena (mindfulness) sejam as técnicas mais associadas ao "bem-estar mental", trata-se do menor mercado. Isso porque, enquanto milhões de pessoas em todo o mundo praticam a meditação, apenas uma pequena porcentagem investe seu dinheiro nele.


Esta categoria inclui todas as formas de prática de meditação, incluindo mindfulness, meditação guiada, varredura corporal, exercícios de relaxamento, entre outros. Os principais gastos desta categoria incluem aulas, professores, retiros, livros e plataformas online (incluindo aplicativos móveis, por exemplo: Calm, Headspace e Insight Timer), um grande impulsionador de adoção e gastos do consumidor.


Segundo o Global Wellness Institute (GWI) as quatro subcategorias compreendem atividades econômicas não incluídas anteriormente em suas avaliações. Desta forma, o Bem-Estar Mental se torna um novo nicho na estrutura da “Economia Global de Bem-estar”, definida pelo GWI.


Embora o bem-estar mental seja um mercado em constante e intenso crescimento (drasticamente acelerado pela pandemia), a compreensão do conceito e da indústria não se encontra em evidência. Com a divulgação deste estudo, segundo divulgação do GWI, será possível esclarecer conceitos e traçar caminhos, além de despertar diversas esferas, como a do poder público, das empresas e também dos indivíduos, que podem atuar de formas diferentes e complementares na abordagem de uma problemática crescente e extremamente atual.


A Amman Consultoria de Spas vê a definição da indústria do Bem-Estar Mental como um importante passo no mercado de wellness. Muito mais do que mensurar o mercado, o presente estudo reforça mais uma vez a importância do bem-estar e da conexão corpo-mente para uma vida melhor.


Com esta divulgação realizada pelo Global Wellness Institute, uma associação de peso e relevância ao mercado de bem-estar, só confirmamos nossa confiança nos rituais e nas experiências autênticas, trazendo assim um impacto significativo na saúde e na qualidade de vida das pessoas.


O uso de práticas integrativas complementares, como a musicoterapia, a aromaterapia ou a cromoterapia, são soluções no-touch, já aplicadas nos projetos da Amman. Vê-las em destaque neste estudo, confirmam que nossa incessante busca por soluções e novidades no mercado, indo além dos protocolos de massagem, sempre adequadas aos novos protocolos de saúde, já estão em todo o mundo.


O bem-estar é um assunto de esfera mundial, e deve ser tratado com tamanha importância e notoriedade.

 

Global Wellness Institute é uma organização sem fins lucrativos, considerada a líder global em pesquisa e recursos educacionais para a indústria global de bem-estar, e conhecida por apresentar as principais iniciativas e eventos regionais que reúnem líderes para traçar o futuro. A GWI impacta positivamente a saúde global e o bem-estar ao educar instituições públicas, empresas e indivíduos sobre como podem trabalhar para prevenir doenças, reduzir o estresse e melhorar a qualidade de vida geral. Sua missão é capacitar o bem-estar em todo o mundo.

360 visualizações0 comentário